Por Jaqueline Zanatta – doula de parto da Abraço de Mãe

O final da gestação é um momento dual, expressa ao mesmo tempo alegria e ansiedade. Quando se está chegando na reta final o que mais se deseja é ver o rostinho do filho ou filha, o cansaço e o barrigão já estão nos consumindo e a pressão da família e amigos aumenta para a chegada do mais novo membro da família. Por isso forneceremos aqui dicas naturais para induzir o trabalho de parto.

Temos que ressaltar que o parto é um processo fisiológico e para que ele comece inúmeros fatores devem estar alinhados, como a produção de vários hormônios pela mãe e de certas substâncias pelo bebê. Sendo assim, o trabalho de parto vai acontecer na hora que seu corpo e bebê estiverem prontos, isso é fato; porém, após as 40 semanas (data estimada para o nascimento) é seguro tentar algumas alternativas para estimular o parto.

Sabemos que a gestação tem em média 40 semanas e que ela pode até mesmo beirar as 43 semanas, variando de mulher para mulher, mas em nosso sistema de saúde atual há um consenso de que se pode aguardar até as 41 semanas com segurança para a mãe e o bebê, e então se pode optar por uma indução. Se você gestante está ansiosa, passou das 40 semanas e quer ter um início de trabalho de parto o mais natural possível, temos aqui algumas dicas que podem lhe ajudar. Lembrando que isso acontecerá se o seu corpo e o corpo do bebê já estiverem manifestando a maturidade necessária.

  • A primeira dica é faça sexo! Na transa amorosa e prazerosa você libera ocitocina e o esperma contém prostaglandina, hormônios que amolecem o cérvix e promovem o apagamento do colo do útero.
  • Estimule seus mamilos, melhor ainda se for durante o sexo! Essa estimulação lhe causará contrações uterinas e pode desencadear o trabalho de parto.
  • Caminhe, a posição vertical ajuda o bebê a descer.
  • Coma comida picante.
  • Coma abacaxi. A fruta contém bromelina, uma enzima que ajuda a distender e “amadurecer” o colo uterino.
  • Tome banhos quentes, que relaxam, descontraem e ajudam na circulação sanguínea.
  • Faça acupuntura ou reflexologia. Certos pontos quando pressionados desencadeiam as contrações.
  • Se você curte a ideia, procure um especialista homeopata e faça uso de homeopatia e florais. É aconselhável a gestante ter acompanhamento desde o início da gestação e ser orientada por um profissional competente, pois a homeopatia e os florais, como as demais medicinas naturais, estão vinculados à personalidade do paciente e ao seu momento específico de vida.
  • Tome chás termogênicos, com gengibre, cravo e canela.
  • Se a pressão estiver grande e sentir necessidade de desabafar, faça isso e depois será mais fácil de seguir em frente.
  • Prepare sua mente, meditando, se ouvindo e criando visualizações. Visualize o colo do útero dilatando e o bebê descendo na pélvis.
  • Respire, feche os olhos e repita frases confiantes e amorosas, como “Se meu corpo foi capaz de conceber, ele é capaz de parir”, “Meu corpo é perfeito e meu bebê vem na hora certa”.

E boa sorte!

Nós acreditamos muito no seu poder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *