Conversando com amigas que passaram pelo pós-parto nos últimos anos, o que todas têm em comum é a afirmação de que foi um período cheio de desafios, turbulento, intenso. Muitas usam a palavra “difícil” e “horrível” para descreverem sua experiência. Aí eu pergunto: mas por que não chamaram uma doula pós-parto? As amigas que passaram por isso há mais tempo respondem que não sabiam que existia doula pós-parto! As que tiveram filho mais recentemente dizem que já tinham gastado dinheiro com o enxoval/quarto do bebê, com o parto, com a doula de parto, etc., e que portanto não tinham mais dinheiro! Além disso, é claro, há uma falta geral de entendimento da diferença que uma doula pós-parto pode fazer. Nós vamos falar sobre tudo isso aqui!

Como você que está lendo este post já deve saber o que é e o que faz uma doula pós-parto (se não sabe, clique aqui que a gente explica!), nós resolvemos dar umas ideias pra você conseguir fundos pra contratar apoio profissional para o seu puerpério, pois a gente sabe a diferença enorme que isso pode fazer na experiência puerperal da mãe recente! Com a ajuda de uma doula pós-parto a mãe será acolhida, ouvida sem julgamento, entenderá o que é normal nessa fase tão maluca da vida, terá suas dúvidas respondidas, entre outras coisas, e tudo isso gera empoderamento e autoconfiança para a puérpera compreender a mãe que está se tornando, transformando totalmente a sua vivência no pós-parto.

Como contratar uma doula pós-parto se não tenho dinheiro?

Uma primeira dica, que nós já demos em outro post, é deixar durante o seu chá de bebê uma caixinha disponível para contribuições para contratar sua doula pós-parto. Coloque a caixinha bem à vista e deixe claro para que servirá o dinheiro adquirido. Certamente algumas pessoas vão vir perguntar para você sobre isso. Se não quiser repetir a explicação inúmeras vezes, vale falar para todo mundo naquele momento em que todos se reúnem para alguma dinâmica, por exemplo!

Outra ideia é você responder sinceramente à sua madrinha, avós, tios ou mesmo seus pais se eles chegarem pra você e perguntarem o que você está precisando, que presente eles podem te dar, etc. Normalmente, quando isso acontece é porque você já tem tudo (ou quase) o que você precisa pro seu bebê. Então por que não investir no seu bem-estar? Você pode explicar que tem consciência dos desafios do pós-parto e que sabe que pode precisar de uma doula pós-parto ou consultora em aleitamento materno. Se eles não entenderem direito a situação, mande o site da Abraço de Mãe para eles que tudo sobre o puerpério está bem explicadinho aqui! 😉

Aproveite as datas especiais

Dependendo de quando seu bebê vai nascer, você pode aproveitar pra pedir uma doula pós-parto de presente de aniversário, Natal, dia das Mães! Nós temos certeza de que você não se arrependerá de trocar aquele presente material por esse apoio tão fundamental!

Também ajuda bastante comentar com suas grandes amigas ainda na gravidez que você gostaria de poder contratar uma profissional para te dar apoio nas situacões mais desafiadoras do pós-parto. Já vi grupos de amigas fazendo uma “vaquinha” e conseguindo fundos para pagar ao menos uma visita de uma doula. E acredite, mesmo uma visita única de uma doula pode mudar completamente o seu momento puerperal (veja sobre isso nossos depoimentos na nossa página de início)!

Além de tudo isso, é importante ter em mente que qualquer investimento financeiro em prol do seu bem-estar no pós-parto vale a pena e acaba economizando seu dinheiro mais tarde! Uma consultora em aleitamento materno (a maioria das doulas pós-parto é também consultora/facilitadora em amamentação), por exemplo, pode ser a diferença entre ter sucesso na amamentação ou acabar gastando milhares de reais com mamadeiras e leite em pó (veja cálculos exatos nesse post). Uma doula pós-parto, que vai normalizar uma série de situações para você, gerando um maior entendimento do seu momento e deixando você mais tranquila, pode acabar economizando dinheiro com psicólogos e até médicos – há evidências científicas* de que contar com o apoio de uma doula pós-parto diminui a incidência dos chamados “distúrbios de humor do pós-parto” (o baby blues e a depressão pós-parto, por exemplo). Isso sem contar os enormes benefícios para o vínculo mãe-bebê!

Então, não sofra no seu puerpério! Mesmo se preparando com as dicas que a gente dá pra você gratuitamente no nosso ebook, você pode passar por sentimentos os mais contraditórios, por dúvidas, por inquietações e desafios. Uma doula pós-parto está treinada para ajudar você com tudo isso! Lembre-se: você merece!

* Mais sobre evidências científicas a respeito do trabalho das doulas você encontra, entre outros, nestes três links aqui (esses são em inglês):

Link 1

Link 2

Link 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *